Causas de readmissão hospitalar após cirurgia cardíaca

Bárbara Rodrigues Nunes Barreiros, Estela Regina Ferraz Bianchi, Ruth Natalia Teresa Turrini, Vanessa de Brito Poveda

Resumo


Objetivou-se identificar o perfil e as causas de readmissão de pacientes submetidos à cirurgia cardíaca. Estudo retrospectivo, descritivo, realizado por meio de revisão de prontuários de pacientes submetidos à cirurgia de revascularização do miocárdio ou implante de prótese valvar com readmissão posterior. A amostra foi constituída por 62 pacientes. A taxa de readmissão foi de 5,9%. A infecção do sítio cirúrgico foi a principal causa de readmissão em 87,5% dos pacientes submetidos à revascularização do miocárdio e em 12,5% dos implantes de prótese valvar (p˂0,001) e esteve associada às variáveis obesidade (p=0,05) e dislipidemia (p=0,007). A identificação dos pacientes em risco para o desenvolvimento de infecção do sítio cirúrgico pode minimizar as taxas de readmissão e diminuir os custos associados ao cuidado, e, merece um planejamento diferenciado de ações multiprofissionais.

Palavras-chave


Enfermagem Perioperatória; Readmissão do Paciente; Infecção da Ferida Operatória; Procedimentos Cirúrgicos Cardiovasculares

Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.5216/ree.v18.39529

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons A Revista Eletrônica de Enfermagem está licenciada sob uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Logotipo do Ibict