Atuação da estratégia saúde da família na perspectiva de usuários com câncer

Julia Wakiuchi, Joisy Aparecida Marchi, Sonia Silva Marcon, Catarina Aparecida Sales

Resumo


Objetivou-se apreender como usuários com câncer percebem a atuação das equipes da Estratégia Saúde da Família. Pesquisa descritiva, de natureza qualitativa, desenvolvida em um município no Noroeste do Paraná. Os dados foram coletados por meio de entrevista semiestruturada junto a nove usuários com câncer cadastrados nas equipes da Estratégia Saúde da Família. Da Análise de Conteúdo Temática emergiram duas categorias, as quais mostram que na percepção dos participantes do estudo o atendimento recebido é pautado na oferta de materiais e insumos, além de condutas clínicas, consideradas imperiosas para o cuidado. Porém, se ressentem pela falta de uma maior atenção e interação com a equipe. Conclui-se que, apesar de os participantes reconhecerem que a assistência recebida inclui o aparato necessário para o acompanhamento de sua doença, percebem a distância no relacionamento com alguns membros da equipe de saúde e a consequente não valorização de suas carências emocionais e subjetividades.

Palavras-chave


Neoplasias; Atenção Primária à Saúde; Satisfação do Paciente; Cuidados de Enfermagem

Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.5216/ree.v18.38612

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons A Revista Eletrônica de Enfermagem está licenciada sob uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Logotipo do Ibict